Participe!

Participe!

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Celebração para o quarto Domingo de Páscoa


Páscoa é Ressurreição


Quarto Domingo da Páscoa
(Acenda a vela)

A Luz que ilumina revela a verdade e para isso nossos corações devem estar abertos para recebê-la. “A Luz do Cristo que ressuscita resplandecente dissipe as trevas de nosso coração e nossa mente”. Missal Romano.

Palavra de Deus: (Romanos 6, 4.8)
“Pelo batismo nós fomos sepultados com Cristo na morte para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também nós vivamos vida nova. Pois se morremos com Cristo, temos fé que também viveremos com Ele”.


Reflexão: Com Cristo morremos para o pecado, para a sociedade injusta, egoísta, soberba, enfim, para todas as situações em que a individualidade predomina; somos convidados a vivermos com Cristo uma vida nova onde há fartura, felicidade, compreensão, amor.
Assim como Isaias 55, 1-11... “Vinde comprar sem dinheiro...” “inclinai o vosso ouvido e vinde a mim e tereis vida...”

Pai nosso... Ave Maria... Glória ao Pai...
Oração: Deus eterno e todo-poderoso, conduzi-nos à comunhão das alegrias celestes, para que o rebanho possa atingir, apesar da sua fraqueza, a fortaleza do Pastor. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho na unidade do Espírito Santo. Amém!

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Celebração para o terceiro Domingo de Páscoa



Páscoa é Ressurreição


 Instrução e preparação:
- Convide familiares e amigos para juntos agradecer e louvar a Deus durante o tempo Pascal. Pode ser no horário do almoço ou jantar, ou quando reúne-se a família.
- Na vigília pascal vá à sua Paróquia, na hora da incisão do Círio insira os 05 cravinhos (alfinetes) no Círio da Família, sendo um em cada ponta da cruz e um no centro do cordeiro, acenda-o com o fogo novo do Círio da sua paróquia. Caso não vá a igreja insira os cravinhos nessa mesma ordem antes de começar a celebração em família.
- Círio Pascal é a figura do Cristo Ressuscitado. N’Ele congrega (reúne) a comunidade paroquial, o Círio da Família congrega a sua família em oração.
- Em sua casa coloque-o junto a Bíblia num lugar especial, que todos possam ver. Ele lembrará a Luz que Jesus trouxe ao mundo com sua ressurreição. Após o término de cada encontro você deverá apaga-lo.
- Não deixe o círio da família aceso como vela de 7 dias, somente acenda quando estiver em oração.
- Reúna sua família pelo menos uma vez por semana durante todo o tempo pascal, preparando a grande festa de Pentecostes, peça a Deus que derrame o seu Espírito Santo como fez com os apóstolos juntos com Maria no Cenáculo.
- Faça Seu agradecimento ou pedido especial a Deus e se mantenha firme em sua fé, pois Deus está sempre ao lado dos que O ama.
- Participe de sua paróquia ou comunidade.
- A vida comunitária é muito importante para o nosso crescimento, e a partilha nos faz mais solidários e comprometidos com o próximo.


quarta-feira, 11 de abril de 2012

Atenção para as datas da apresentação do Manual do Batismo



Vicariatos Sul e Urbano
Dia: 14 de abril
Horário: 8h30 às 11h30
Local: Paróquia Nossa Senhora da Paz (Rua Visconde de Pirajá, 339 – Ipanema)

Vicariato Suburbano
Dia: 28 de abril
Horário: 10h30 às 13h00
Local: Paróquia São Brás (Rua Andrade Figueira, 158 – Madureira)

Vicariato Oeste
Dia: 03 de maio
Horário: a confirmar
Local: a confirmar

Vicariato Norte
Dia: 26 de maio
Horário: 8h00 às 12h00
Local: Paróquia Sagrados Corações (Rua Conde de Bonfim, 474 – Tijuca)

Vicariato Leopoldina:
Dia: 02 de junho
Horário: 8h30 às 16h00
Local: Santuário da Penha (Largo da Penha, 19 – Penha)

Vicariato Jacarepaguá: a confirmar.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

CNBB convoca para Vigília de Oração pela Vida



Dom Orani reforça, pedindo que todas as paróquias da Arquidiocese do Rio de Janeiro possam se organizar para atender o pedido da CNBB.



Na próxima quarta-feira, dia 11/04, o Supremo Tribunal Federal (STF) realiza o julgamento sobre a descriminalização do aborto de anencéfalos – casos em que o feto tem má formação no cérebro. A presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou nesta Sexta-feira Santa, 06/04, uma carta a todos os bispos do país, convocando para uma Vigília de Oração pela Vida às vésperas do julgamento.

Em agosto de 2008, por ocasião do primeiro julgamento do caso, a CNBB publicou uma nota que explicita a sua posição. “A vida deve ser acolhida como dom e compromisso, mesmo que seu percurso natural seja, presumivelmente, breve. (...)Todos têm direito à vida. Nenhuma legislação jamais poderá tornar lícito um ato que é intrinsecamente ilícito. Portanto, diante da ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente, não se pode aceitar exceções. Os fetos anencefálicos não são descartáveis. O aborto de feto com anencefalia é uma pena de morte decretada contra um ser humano frágil e indefeso. A Igreja, seguindo a lei natural e fiel aos ensinamentos de Jesus Cristo, que veio “para que todos tenham vida e vida em abundância” (Jo 10,10), insistentemente, pede, que a vida seja respeitada e que se promovam políticas públicas voltadas para a eficaz prevenção dos males relativos à anencefalia e se dê o devido apoio às famílias que convivem com esta realidade”.

Vaticano aprova nova bênção para crianças no útero



A Conferência de Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB) informou, em um comunicado oficial, que a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos deu sua aprovação ao novo rito de “Bênção de uma criança no útero”.

A notícia foi divulgada neste 26 de março, Solenidade da Encarnação do Senhor. Esta bênção foi redigida pelo Comitê do Culto Divino da USCCB, a Conferência de bispos católicos dos EUA, ao constatar que não havia um rito aprovado para tal fim.

O Cardeal Daniel DiNardo, secretário do Comitê de atividades Pró-vida da Conferência episcopal norte-americana, manifestou sua alegria ao comunicar a notícia: “Estou impressionado pela beleza da vida humana no útero”, comentou.

“Não poderia pensar em um melhor dia para anunciar esta notícia que a festa da Anunciação, quando recordamos o ‘Sim’ de Maria a Deus e a Encarnação dessa Criança nela, nesse útero, que salvou ao mundo”.

“Queríamos fazer este anúncio o antes possível”, afirmou Monsenhor Gregory Aymond, secretário do Comitê de Culto Divino da USCCB, “de forma que as paróquias possam começar a ver como esta bênção pode integrar-se na malha da vida paroquial”.

O texto será impresso em um folheto bilíngüe (inglês-espanhol)e estará disponível para as paróquias norte-americanas no dia das Mães. “Oportunamente, esta nova bênção será incluída no livro de Cerimonial das Bênçãos, quando esta publicação seja revisada”, anunciou Monsenhor Aymond.

O rito foi preparado para apoiar os pais que esperam o nascimento de seus filhos, para alentar as comunidades paroquiais à oração e o reconhecimento do dom dos nascituros e para criar consciência do respeito à vida humana na sociedade. Segundo o comunicado oficial, o rito poderá ser realizado no contexto da Eucaristia ou fora dela.

A bênção teve sua origem em uma solicitude de Monsenhor Joseph Kurtz, Arcebispo de Louisville, quem pediu ao Comitê de Atividades Pró-vida averiguar se existia um rito aprovado para abençoar uma criança no ventre de sua mãe.

Quando não pôde encontrar nenhum, o Comitê redigiu uma versão e a submeteu à aprovação do Comitê para o Culto Divino da Conferência, que o aprovou em março de 2008. A Assembléia plenária dos bispos da USCCB ratificou esta aprovação e enviou o rito a Roma para sua edição e aprovação final.