Participe!

Participe!

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Sucesso de público

Dom João Carlos Petrini (à esq.) e Dom Murilo Krieger na pré-estreia do filme, em Salvador (BA)

O documentário “Blood Money – Aborto Legalizado” superou as expectativas de público com milhares de espectadores em cinemas de nove cidades do Brasil na primeira semana pós-lançamento. O filme, que estreou no feriado do dia 15 de novembro, apresenta em detalhes o funcionamento da indústria do aborto nos EUA. A película, produzida e dirigida pelo diretor norte-americano David Kyle, é uma parceria entre a Europa Filmes e a Estação Luz Filmes, que detém os direitos de distribuição.
“Eu vi um filme forte, muito impressionante, que desmascara uma situação que é muito escondida. São dados desconhecidos. O filme mostra o que pode acontecer conosco se o aborto, que já é uma indústria, tiver o amparo da lei. Esse documentário é um grande alerta que diz: ‘Acorda, Brasil, evite isso!’ ”, ressaltou o arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, SCJ.
O documentário é narrado pela ativista política Alveda C. King, sobrinha do pacifista Martin Luther King, e conta com depoimentos de juristas, médicos, pessoas que trabalharam em clínicas abortivas e mulheres que praticaram o aborto e se arrependeram. O filme denuncia o mecanismo de controle racial nos EUA, argumentando que o maior número de abortos é realizado nas comunidades negras, onde foram instaladas inúmeras clínicas de aborto após a legalização do mesmo pela Suprema Corte há 40 anos.
“Vale a pena ver o filme. Quem assistir terá um impacto, porque é uma realidade ignorada que é posta à vista e obriga a pensar. Certamente o grande valor da vida é reafirmado com toda clareza. A vida humana não é uma fabricação nossa, por isso não está à nossa disposição. A vida humana vem de uma outra fonte e nascente, misteriosa e divina. É uma dádiva que deve ser acolhida e não administrada como uma mercadoria”, afirmou o bispo de Camaçari (BA) e presidente da Comissão Episcopal para a Vida e Família da CNBB, Dom João Carlos Petrini.
Mesmo sem conter cenas fortes, as pessoas se espantam
ao tomar conhecimento da realidade por meio do filme.
No Rio, o filme pode ser visto no Espaço Itaú de Cinema Botafogo – sala 4, às 15h30. Após o dia 28 de novembro, com o término do festival de cinema que acontece no local, o documentário deve voltar a ser exibido em mais horários. Para garantir a permanência do filme, a população deve continuar divulgando e assistindo ao filme, além de também ligar para pedir a exibição em mais horários.
Informações: 2559-8755 

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Sínodo dos Bispos: questionário pretende avaliar a família no mundo atual

O documento preparatório para o Sínodo dos Bispos de 2014 traz problemáticas inéditas sobre a questão da família no mundo atual. O texto acompanha 38 questões relacionadas ao tema que deverão ser respondidas por paróquias de todo o mundo até o dia 20 de janeiro do próximo ano. O tema do encontro dos bispos é “Desafios pastorais sobre a família no contexto da evangelização”. O evento está marcado para acontecer entre 5 e 19 de outubro.
São convocados bispos que as conferências episcopais elegem. Além disso, o Papa Francisco designará especialistas no assunto família. Entre as participações haverá sociólogos, antropólogos, médicos de institutos especialistas no assunto família em todo o mundo. Serão entre 100 e 120 participantes, de acordo com Dom Antonio Augusto, bispo auxiliar e responsável pela pastoral familiar da arquidiocese do Rio de Janeiro. “O papa quer cada vez mais que os leigos participem”, ressaltou Dom Antonio.

Documento preparatório “Desafios Pastorais da Família no contexto da Evangelização” (clique aqui) 

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

“O Batismo é a carteira de identidade do Cristão”

Fé, alegria, entusiasmo e esperança são alguns dos sentimentos que as multidões trazem à Praça de São Pedro nas audiências gerais de quarta-feira. Hoje, dia 13 de novembro, o Pontífice refletiu sobre a afirmação que fazemos no Credo: "Professo um só batismo para o perdão dos pecados". "Trata-se da única referência explícita a um Sacramento no interior do Credo. Efetivamente o Batismo é a porta da fé e da vida cristã”, disse.
A porta da fé e da vida cristã é o Batismo e este é o único Sacramento referido no Credo. O Papa Francisco apontou três elementos fundamentais: Professo; um só batismo; e remissão dos pecados. O primeiro elemento é – diz-nos o Papa Francisco – professo. Quando no Credo dizemos que “professo um só Batismo para a remissão dos pecados”, afirmamos que este sacramento é, em certo sentido, "a carteira de identidade do cristão: um novo nascimento, o ponto de partida de um caminho de conversão, que se estende por toda a vida".
“Neste sentido o dia do nosso Batismo é o ponto de partida de um caminho de conversão que dura toda a vida e que é continuamente sustentado pelo Sacramento da Penitência.”
O Santo Padre apresentou, então, o segundo elemento: um só batismo:
“Segundo elemento: ‘um só batismo’. Esta expressão recorda-nos aquela de S. Paulo: Um só Senhor, uma só fé, um só batismo. A palavra batismo significa literalmente ‘imersão’ e, com efeito, este sacramento constitui uma verdadeira imersão espiritual na morte de Cristo, da qual se ressuscita com Ele como novas criaturas.”
Este novo nascimento – afirmou o Santo Padre - dá-se através de uma verdadeira imersão espiritual na morte de Cristo, pois, batismo significa imersão, para que possamos ressuscitar com Ele para uma vida nova.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

“Blood Money”

Levar esclarecimento e informação sobre os danos do aborto e salvar vidas. Este é o objetivo do filme “Blood Money - Aborto Legalizado” que entra em cartaz no dia 15 de novembro nos cinemas de todo o Brasil. A produção norte-americana independente, assinada pelo diretor David Kyle, conta a história da indústria abortiva nos Estados Unidos, onde a prática é legalizada há 40 anos.
“Esse filme chega para trazer argumentos, suprarreligiosos e suprapartidários, para amadurecer o debate do aborto no Brasil. É preciso tirar esse assunto de baixo do tapete e colocá-lo abertamente em um diálogo franco”, afirmou o coordenador nacional de Comunicação do Movimento Cidadania pela Vida, Brasil sem Aborto, Luis Eduardo Girão, que comprou os direitos autorais para exibição do filme no Brasil.
No Rio, a pré-estreia para convidados acontece hoje, 6 de novembro, às 21h30, no Espaço Itaú de Cinema Botafogo. Outros roadshows do documentário acontecem também em São Paulo (dia 5), Goiânia (7), Brasília (8), Belém (9), Curitiba (11), Salvador (12), Recife (13) e Fortaleza (14).